Parabéns pra você

GRD_kit_decorativo_parabensMais abismado do que com a criatividade em se criar “lendas urbanas” as vezes até com supostas “fontes” eu fico é pasmo de ver como essa combinação crentes + internet + lendas tomam proporções absurdas.

Tenho a felicidade de ter nascido em um lar evangélico e de ter acesso a internet já a bastante tempo. Com isso, e mais uma certa curiosidade em conferir a veracidade das coisas que circulam na net (o mínimo que todos deveriam fazer) resolvi escrever sobre o assunto.

Como se já não bastasse aquele email sem noção e que enche o saco de tanto receber, sobre um filme  chamado ‘Corpus Christis’ que vai sair em breve (detalhe que vai sair em breve desde 2001 que circula este email!!) contendo cenas de relações homossexuais, agora tem este do RÁ-TIM-BUM.

Como diz em Oséias 4:6, “O meu povo é destruído por falta de conhecimento”.

Ainda no caso do email do filme, acreditem que teve (e ainda deve ter) igrejas orando e fazendo campanhas contra a veiculação de um filme que nunca nem existiu!!!!

Da mesma forma, agora que está na moda algumas palavrinhas no nosso CRENTÊS, a palavra maldição ganha mais força do que deveria.

Bom, pra isso aqui não ficar muito comprido e ninguém ler,  vou falar só do email do rá-tim-bum e pronto.

Pra variar um pouquinho, nada que comprove esta teoria do RÁ-TIM-BUM significar maldição, os textos que fazem referência a esse fato carecem de informações básicas tais como: livro extraído, data de publicação etc. ou seja, não são fontes confiáveis.
Mais uma coisa, se essa é uma palavra de encantamento dos Druidas Celtas porque só existe no Brasil?
Bem, segundo o Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa, a palavra RATIMBUM é uma onomatopéia, é a imitação de um som. Neste caso o som emitido por uma bandinha de circo ou uma fanfarra quando quer chamar a atenção sobre uma finalização de uma apresentação. A caixa faz TARARÁ!, os pratos fazem TIM!, e o bumbo faz BUM! – TARARÁ TIM BUM, para tornar a palavra mais curta e fácil de falar elipsaram o TARA… e ficou só o RÀ, RA-TIM-BUM, com três sílabas de bom efeito sonoro.

Além disso, existe também uma teoria bem interessante e bem aceita no meio acadêmico como você pode conferir na Revista FAPESP (http://www.revistapesquisa.fapesp.br/Suplemento_USP_70_anos.pdf) que o bordão “é pique, é pique, é hora, é hora, é hora, rá-tim-bum”, incorporado no Brasil ao Parabéns a você, é uma colagem de bordões dos pândegos estudantes das Arcadas da década de 1930. “É pique, é pique” era uma saudação ao estudante Ubirajara Martins, conhecido como “pic-pic” porque vivia com uma tesourinha aparando a barba e o bigode pontiagudo. “É hora, é hora” era um grito de guerra de botequim. Nos bares, os estudantes eram obrigados a aguardar meia hora por uma nova rodada de cerveja – era o tempo necessário para a bebida refrigerar em barras de gelo. Quando dava o tempo, eles gritavam: “É meia hora, é hora, é hora, é hora” . “Rá-tim-bum”, por incrível que pareça, refere-se a um rajá indiano chamado Timbum, ou coisa parecida, que visitou a faculdade – e cativou os estudantes com a sonoridade de seu nome. O amontoado de bordões ecoava nas mesas do restaurante Ponto Chic, com um formato um pouco diferente do que se conhece hoje: “Pic-pic, pic-pic; meia hora, é hora, é hora, é hora; rá,já, tim, bum” . Como isso foi parar no Parabéns a você? “Os estudantes costumavam ser convidados a animar e prestigiar festas de aniversário. E desfiavam seus hinos”, conta o atual diretor da faculdade, Eduardo Marchi, de 44 anos, que relembrou a curiosidade em seu discurso de posse, dois anos atrás.
De qualquer forma este tipo de “criação” sempre vai existir, acreditem que tem um igreja de uma cidade vizinha aqui que trocou o parabéns por vembens porque você está “profetizando” pra parar os bens para a pessoa!! Aí, como diz meu pai, tenha a santa paciência, viu!

Provérbios 26:2 – “Como o pássaro no seu vaguear, como a andorinha no seu vôo, assim a maldição sem causa não encontra pouso”

Até a próxima!

Anúncios

11 comentários sobre “Parabéns pra você

  1. Caro Gustavo
    Que a paz do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo esteja conosco.
    A toda ação corresponde uma reação de mesma intensidade, mesma direção e com sentido oposto. Esta é uma lei da física e pelo que parece aplica-se também ao âmbito espiritual, pois a reforma iniciada de 1517, com certeza não fora realizada com o intuito de negar a salvação da espécie humana, porém, abriu as portas para o início de uma falsa idéia de que -Se Lutero pode, eu também posso-, basta ver a história da(s) igreja(s) protestante(s) e dos diversos Jesuses que cada uma prega de acordo com as suas conviniências que por muitas vezes estão permeadas de interesses pessoais de cada diferente liderança. Com o tempo, o mundo protestante, já bastante sectarizado, resolve denominar-se evangélico, mas as pessoas não foram avisadas de que: Evangélico é aquele que vive de acordo com o que ensina o Evangelho. E outra coisinha: O tema central do Evangelho de Jesus Cristo, segundo qualquer um de seus verdadeiros discípulos, apóstolos ou tantos outros seguidores é a salvação da alma pela regeneração. Pois bem, Jesus manda, não pede, que seus seguidores divulguem a salvação e não a maldição. Muito teria ainda para escrever sobre esse assunto, mas…
    …Fica então, de início, uma primeira reflexão para todos nós:
    Evangélico ou simplesmente protestante até aos próprios Evangelhos?
    Perdoem-me, em nome de Jesus, todos àqueles a quem eu possa, de alguma forma, ter ofendido (“Sou somente um homem ignorante”, talvez mais ainda que Pedro, naquela ocasião). A minha intenção, assim como acredito ser a deste espaço, é apenas exortar, e acreditem ou não, não escrevo nem de mim e nem por mim, mas naquele e por aquele que se entregou por todos nós. Será que esta atitude é considerada bíblica nos dias em que vivemos?
    O que vos parece?
    Um forte abraço esperando estar pessoalmente contigo para aprendermos mais sobre este e muitos outros assuntos que tanto alimentam a esperança das nosas almas.

  2. Caro pequeno homem e grande amigo,

    CUIDADO!!
    “Será lançado em breve o novo filme da Disney que estará recheado de mensagens hereges e imagens pecaminosas”
    Johan Babuch do News Street – Cincinnati, Ohio

    (mas será tudo subliminar, não se preocupe) RS

    Satã pode estar usando de mensagens subliminares para te convencer que as maldições não existem. CUIDADO! (RS)
    Coitado de Satanás… Ser o responsável pelas mensagens subliminares tudo bem mas até o RA-TIM-BUM ??

    Acho que a combinação crentes + internet + lendas é mais perigosa que o próprio Diabo… afinal a o Diabo a gente expulsa e pronto…

    Vale lembrar que a Disney logo vai lançar um novo filme mas Johan Babuch não existe e muito menos o News Street.
    Só falta essa “notícia” do filme da Disney virar mais uma lenda urbana cristã… RS

    Abraço,

  3. Rodrigo

    Essa sua matéria realmente reflete uma realidade. Muitas vezes passamos informações para frente, sem atestarmos sua veracidade e se as vezes ofende alguém. Parabéns pela matéria.

    Obs.: Valeu pela sua participação no Festival Ágape de Artes em São Vicente. Deus abençoe a todos vocês.

  4. Paulinha

    “tem um igreja de uma cidade vizinha aqui que trocou o parabéns por vembens porque você está “profetizando” pra parar os bens para a pessoa!! ”

    nossa, tenho que concordar com seu pai: “tenha a santa paciência, viu!”
    essa é novidade! Jesus, que absurdo! nao sei se rio ou se choro! rsrsr.

    esse povo nao tem mais nada pra inventar nao eh? no minimo são pessoas beeeem criativas! rsrsr

    enfim, gostei muito da materia! parabens! obrigada pelas informações!
    Deus abençoe =)

  5. Pois bem, Gustavo, não te conheço, mas através deste mesmo e-mail ‘infeliz’ vim parar aqui neste seu blog, e resolvi comentar… Infelizmente as pessoas especialmente as que se dizem crentes ou evangélicos (prefiro me colocar na posição de discípula de Jesus, Sua seguidora, do que todas essas denominações), se importam de mais e às vezes até superestimam o poder do inimigo/diabo ou como quer que ele seja nomeado. E, então, sem notar a veracidade das informações, vão repassando esses e-mails absurdos, escandalosos por internet afora… Mas graças a Deus pela Internet! Pois por ela eu consegui achar esse seu blog (risos), para que eu pudesse ler essas palavras…
    E, infelizmente, não são só lendas urbanas ligadas a crenças, maldições, que enchem nossas caixas de e-mails, outro dia recebi um hoax(também conhecidos como “pulhas”, “boatos” ou “lendas virtuais”) sobre o site do câncer de mama, algo que é sério, e as pessoas brincam com um assunto sério como esse… Como o próprio site informa, a intenção pode até ser boa(nesse caso, é claro), mas não há veracidade nesse tipo de e-mail. Até comentei no meu blog sobre esse assunto.

    Enfim, para concluir, obrigada por tirar a minha dúvida, mesmo sem nenhuma pretenção de fazê-lo diretamente, e fique com Deus, ou melhor, a todos, fiquem com Deus, sempre!

    Rafaella Souza

  6. Jonathan

    Gustavo, parabéns! Este texto está muito bom, e com certeza teu blog esta servindo de referência para muita gente que procura uma explicação plausível sobre este e-mail sem pé nem cabeça. Eu já não acreditava, mas antes de apagar o e-mail , sai a procura de uma fonte para mandar aos crédulos de plantão.

    Jonathan Alves

  7. Alessandra Mara S Figueira

    Gustavo,
    É incrivel como as pessoas se deixam levar por qualquer coisa que leem e pior, saem repassando!!!
    Não gosto de títulos ou rótulos, mas tenho uma fé “protestante”, isso há mais de vinte anos e, pode ter certeza de que já vi e ouvi muitas coisas absurdas nessa minha caminhada. Como isso me entristece… as pessoas acreditam em qualquer coisa que ouvem, não buscam referências e ainda te acham “não-espiritual” se você contesta ou busca fontes sobre o fato em questão.
    Sou professora de hstória e aprendi a não acreditar em tudo que se fala ou se lê antes de procurar fontes, isso à vezes me causa certos problemas porque dizem que sou incrédula, racional demais… rs rs rs
    Ligo não, tenho um filho adolescente em casa e tenho o dever e a reponsabilidade de criá-lo segundo a Palavra, mas sem deixá-lo a mercê de absurdos como esses.
    Acredito que o povo brasileiro é assim por suas origens: a mistura de três povos mergulhados em crendices e misticismos fez nascer essa nossa nação tão cheia de “ideias” e superstições do tipo “manga com leite faz mal”! Que mal faz? Procure o que diz a história e aí você entenderá porque se dizia isso aos escravos… rs rs rs
    Caro Gustavo, não o conheço, mas foi nessas minhas pesquisas que encontrei sua explicação. Agradeço a Deus por isso, porque recebi esse e-mail de uma pessoa muito querida pela minha família (também cristão) e foi por ele que vim parar aqui.
    Já mandei seu link pra ele e espero que o mesmo repasse para as pessoas com o mesmo afinco que repassou a “lenda do RA-TIM-BUM”.
    Cada coisa que aparece…
    Fique com a genuína PAZ que só o SENHOR JESUS pode nos dar!
    Cordialmente,
    Alessandra Mara da Silva Figueira

  8. Cassia

    Oi, Gustavo

    Acabo de receber este email, e fazendo uma pesquisa achei o seu blog. To com vc e nao abro, as pessoas repassam tudo o que recebem sem nem questionar, e engolem tudo sem raciocinar. E ainda que este termo fosse realmente o que andam espalhando (nao achei NENHUMA fonte que confirme esta informaçao), se pensarmos na quantidade de habitos pagaos que foram incorporados à nossa cultura teremos que reinventar uma vida de crente dentro de uma bolha!
    Parabens pela sua lucidez!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s